Assistir filmes no celular



aplicativo de filme

Ola amigos hoje por meio desse post eu venho notificar a todos os usuários,sobre o nosso mais novo aplicativo de filmes online estamos ainda adicionando todo conteúdo, mais vocês já podem ver algum filmes … basta você acessar pelo link abaixo

Baixar catfilmes aqui

Ajude nos a compartilhar esse aplicativo nos botões de redes sociais ao lado google+ e Facebook ou faca seu comentário abaixo

Baixar aplicativo para ver TV online

Ola seja bem vindo ao nosso site de TV online onde você pode ver os canais pelo site sendo compatível com todos os celulares basta você acessar o menu acima , clicando nele aparecera vários canais para você se divertir e tudo isso ao vivo aproveitem…

Se no Caso voce tiver celular com Android voce pode baixar nosso novo aplicativo e Instalar no seu celular grátis, veja vários canais de TV no Android, instalação pelo google play , Veja abaixo
 
 
Screenshot_2

Baixar pelo google play Lançamento 2017

Baixar pelo google play com xat

Baixar pelo google play sem xat

1000 canais de TV HD e 50 UHD via satélite até 2022

Grandes eventos esportivos e aumento da renda per capita da região são os principais fatores para esse crescimento
novo satelite

RIO – A América Latina contará em 2022 com cerca de 1000 canais em HD e 50 em Ultra HD (4K), estima a operadora de satélites SES, sediada em Luxemburgo.
Até 2018, o mercado de TV paga tradicional deve chegar à penetração de 53% na região (atualmente é de 40%), enquanto o DTH (digital-to-home) passará de 50% para 55%. Os dados, parte de uma análise de mercado da SES apresentada em evento no Brasil, reforçam o papel dos satélites na expansão da transmissão de vídeos para os países latino-americanos.

“Atualmente, a região conta com 315 canais em alta definição. E a expectativa é que o crescimento seja de 13% ao ano entre 2016 e 2022”, relata Rubens Vituli, diretor de vendas para a América Latina na SES.

“O crescimento do mercado de TV paga na América Latina ocorre principalmente pelo aumento da demanda dos jovens por acesso a conteúdo premium e pelo crescimento da renda per capita da região”.

De acordo com o executivo, outro fator para o aumento da capacidade e do número de canais é a chegada dos grandes eventos esportivos na região, como foi com a Copa do Mundo e será nos Jogos Olímpicos. Tais eventos aumentam a demanda que, apesar de temporária, fortalece a importância do satélite e, em muitos casos, justifica o investimento dos clientes em novos equipamentos que incentivam a contratação de novos serviços futuramente.

“Os satélites são a forma mais confiável de se alcançar audiência em nível nacional, regional e até mesmo mundial. E a nova demanda de conteúdo e qualidade aquece o mercado, pois a distribuição via satélite é mais econômica e segura para entregar o mesmo conteúdo em grande escala”, relata Vitulli.

Para contribuir na expansão da capacidade na América Latina, a SES tem previsto, para o segundo semestre de 2016 o lançamento do satélite SES-10 na posição orbital 67º Oeste, que substituirá os equipamentos AMC-3 e AMC-4. Há, também, o SES-14, a ser lançado em 2017, que ocupará a posição brasileira 47,5/48º Oeste. Além disso, a empresa trabalha em parceria com os maiores fabricantes de equipamentos para desenvolver tecnologias que, além de melhorar a qualidade dos conteúdos digitais, viabiliza economicamente os projetos dos clientes.

Atualmente, a SES conta com onze satélites na América Latina. Entre eles estão o NSS-806; SES-4 e SES-6 na América do Sul, e o AMC-3 e AMC-4 para o México, América Central e Caribe.